Dia de lançamento de um novo tema do DIY Coletivo é sempre uma euforia! Isso porque ficamos na expectativa de ver projetinhos lindos feitos por vocês. O tema de novembro é uma delícia de trabalhar: queremos propor a criação de objetos decorativos com o tema tropical.

string art

Aí, desde que publiquei aquele post falando sobre string art, era doida pra fazer aqui em casa, mas nunca encontrava nem oportunidade nem inspiração. Mais uma vez, o DIY Coletivo veio como o empurrãozinho que faltava e é com muita alegria que hoje, eu trago um tutorial meu sobre essa técnica tão encantadora!

string art

O passo a passo da string art é bem simples e consiste em você martelar pregos formando a silhueta de algum desenho. No meu caso, fiz um abacaxi, que remete muito ao tema tropical.

Desenhei o formato de um abacaxi em um papel, recortei e posicionei bem no meio da minha madeira.

string art

Uma dica sobre a madeira: prefira usar compensados e chapas prensadas, como o MDF. Não use madeiras muito fibrosas porque é preciso martelar muitos pregos nelas e as madeiras fibrosas com certeza vão lascar nesse momento.

Se você não tem muita familiaridade com o martelo, pode usar um pregador para ajudar a bater sem correr o risco de se machucar.

string art

Vá contornando a figura com os pregos; onde as formas forem em linha reta, como no caso da folhagem do abacaxi, sempre coloque um prego em cada vértice; já nas partes curvas, vá distribuindo os pregos mais ou menos com a mesma distância entre eles.

string art

Agora começa a parte mais legal: contornar os pregos com os fios. Primeiro, escolha um deles para começar; prenda a pontinha do fio nele e corte o excesso do nó. Aí, é só começar a passear pelos pregos, respeitando o formato do abacaxi. Dê uma voltinha em cada prego, para ajudar a fixar melhor o fio.

string art

Quando cheguei no primeiro prego, aquele do nozinho, dei mais uma volta para deixar meu contorno mais cheinho e fui seguindo novamente, até ter dado a volta completa na silhueta do abacaxi. Para finalizar, prendi o fio no mesmo prego onde tudo começou e dei um nó nele, como mostra a foto abaixo.

string art

Fiz isso porque queria preencher o interior do corpo do abacaxi com outro tom de amarelo, mas se você usar o mesmo fio, não precisa dar esse nó. Recomecei o trabalho, dessa vez com um amarelinho mais escuro, e fui preenchendo a parte de dentro da fruta.

string art

Quando terminei, fiz o caminho de volta, pra ficar com o fio duplo em cada passada e dar mais destaque ao preenchimento. Dei, ainda, mais duas voltas duplas com o amarelo mais claro por cima do contorno do abacaxi, pra deixar minha string art com um acabamento mais bonito.

string art

Para fugir do óbvio e deixar minha string art mais com minha cara, preferi fazer a folhagem com fios brancos. A estratégia é exatamente a mesma: dá um pequeno nozinho em um dos pregos e vai passando os fios pelos outros; quando chegar no final, faz o caminho de volta até encontrar o primeiro. Nesse caso, fui e voltei com os fios 2 vezes cada, ou seja, 4 camadinhas de fios brancos no total.

string art

E assim surgiu meu quadro tropical de abacaxi com fios de lã que eu tanto queria!

string art

string art

string art

Mais tropical, impossível! Lembram do meu quadrinho de flamingo?

string art

Mas toda essa tropicalidade não para por aqui! Convido você a ir nos blogs das outras meninas da equipe e aprender os projetos que elas também fizeram sobre esse mesmo tema:

diy coletivo
diy coletivo
diy coletivo

E é claro que depois de tanta inspiração, agora quero ver o seu projeto! Faça algum objeto decorativo para sua casa com o tema tropical, registre o passo a passo através das redes sociais e mande o link no diycoletivo@gmail.com pra gente publicar!

A intenção é motivar mais e mais pessoas, incentivando todo mundo a deixar suas casas lindas e sem ter que gastar muito para isso! Então, vem participar junto com a gente!

diy coletivo logo

Este post faz parte do projeto DIY Coletivo da Equipe SOS Decor. Pra ficar por dentro de todas as blogagens, ou participar das próximas edições, basta ficar ligado na fanpage do Facebook e seguir o Instagram.

Compartilhe: