Confira como renovar a decoração da casa com uma parede de cimento queimado faz toda a diferença

Quem não ouviu falar em cimento queimado? No passado, esse acabamento era muito utilizado nas construções de casa do interior – e até combinava mesmo com o tal “efeito rústico” das casas. Mas, atualmente, essa técnica é tendência de decorações propostas por arquitetos e designers para ambientes urbanos, principalmente de estilo industrial.

“Hoje, há muitas fachadas de residências contemporâneas com cimento queimado aplicado. Já existem muitos profissionais que aplicam pintura com efeito cimento queimado, essa técnica pode ficar em área externa sem problema.” – arquiteto Paulo Henrique Barbosa, em reportagem de Vila Mulher – UOL.

cimento queimadoFoto: Revista Viva Decora

O cimento queimado pode ser visto em ambientes comerciais ou residenciais. O motivo disso é que, aparentemente, ele garante não só um diferencial estético para as propostas, mas mais praticidade nos cuidados das edificações.

Para quem quer mudar o visual de sua morada, pode apostar, com certeza, no revestimento para os pisos. Além do mais, paredes com esse acabamento estão voltando à moda.

cimento queimadoFoto: Letícia Hammerschmidt

O que é e como se faz cimento queimado

Primeiro é preciso dizer que cimento queimado não é uma textura feita à base de tinta ou massa corrida. Na verdade, está mais para uma massa de concreto. Ele é o resultado da mistura entre cimento, areia e água – podendo ou não conter aditivos, que aumenta a aderência e evita rachaduras.

Geralmente, seu composto é produzido in loco, ou seja, no local onde será aplicado. A superfície deve ser aderente ou até mesmo estar molhada.

No caso dos contrapisos, por exemplo, é nesse momento em que o pó de cimento é aplicado e começa a ser alisado. Esse processo ficou popularmente conhecido como “a queima do cimento”.

O cimento queimado não precisa ser feito só sobre contrapisos, mas em paredes de concreto áspero também. Nesse caso, a pessoa deve colocar uma quantidade generosa de massa na desempenadeira.

Depois, aplicá-la em um movimento na vertical – de cima para baixo. Com uma lixa, se retira os pontos porosos e ásperos. E nem precisa acabar com as irregularidades, pois esse é que é o charme do efeito.

cimento queimadoFoto: Mandril Arquitetura

cimento queimadoFoto: SP Estúdio

O resultado final costuma ser de uma parede sem brilho, com manchas e misturas pouco uniformes. O problema é que o contato com água, gordura ou outros elementos líquidos podem manchar a massa e até fazê-la se soltar.

Para impermeabilizar, será necessário aplicar uma camada fina de resina transparente – às vezes, dependendo do caso, até com a ação contra fungos e raios ultravioletas.

cimento queimadoFoto: SP Estúdio

cimento queimadoFoto: Next Arquitetura

É como polir um automóvel com cera! Quase todas as empresas indicam aplicar a resina com o auxílio de uma esponja. Depois da parede de cimento queimado estar bem selada, dificilmente aparecerá manchas.

A vida útil do acabamento será maior. E a única manutenção necessária será uma limpeza periódica com sabão neutro – ou detergente – e água.

Dá para resumir, então, que a massa de cimento queimado é como uma massa de bolo feito em casa. Cada item da receita tem uma função importante. Só que mesmo que os ingredientes sejam sempre os mesmo, o resultado da mistura nunca é igual.
Por isso, cada superfície pode ficar com uma tonalidade diferente – mais clara ou mais escura do que o esperado. Ou seja, as possibilidades para a decoração são infinitas!

cimento queimadoFoto: Igor Miyahara

O falso cimento queimado

Pensando nos clientes que não têm muito dinheiro, mas que, ainda assim, gostariam de ter uma parede em cimento queimado, o mercado inovou. Nos últimos anos, foram lançadas várias alternativas para substituir o material.

Agora, existem nas lojas tintas, massas corridas, papéis de parede e porcelanatos que imitam o concreto. A vantagem é que elas podem ser facilmente retiradas, mudando outra vez o visual da casa.

Vantagens e desvantagens do cimento queimado

Para fazer o cimento queimado, é preciso contactar um profissional que tenha a habilidade de fazer a massa, aplicar à superfície e finalizar com a resina. A resistência e durabilidade do composto vão variar de acordo como todo esse processo.

Normalmente, o resultado do serviço é uma parede ou piso prático, fácil de limpar, que não risca com facilidade, e se adapta a diversos cenários decorativos.

cimento queimadoFoto: Nathalia Bilibio

cimento queimadoFoto: Oliveira Arquitetura

Quando o cimento queimado é mal feito ele não fica visivelmente atraente, aparecem pontos de porosidade, trincas e ou rachaduras mais profundas.

As causas mais comuns são a umidade insuficiente ou a presença de bolhas de ar na massa; além das movimentações na estrutura da casa. E quanto às manchas, geralmente, o motivo é a falta de verniz – somado ao contato com óleo, bebidas e água em excesso.

Aplicações do cimento queimado

O acabamento fosco e manchado do cimento queimado combina com quase todos os tipos de decoração de interiores, em quase todos os tipos de ambientes da casa. Ele pode ser visto desde em dormitórios até cozinhas e áreas externas. Só não é o mais recomendado para áreas extremamente úmidas, pois pode se tornar escorregadio quando molhado.

Por ser acinzentado, o cimento queimado remete às pessoas a ideia de frieza e morte.

Deste modo, para harmonizar os cômodos, é interessante o decorador buscar inserir na composição peças em madeira, por exemplo. Também colocar vasos com plantas; almofadas e tapetes coloridos; cortinas em fibras; e mais. Ou seja, tudo para tornar a atmosfera mais quente e aconchegante.

cimento queimadoFoto: Viviane de Pinho

Estas dicas de uso de paredes de cimento queimado na decoração foram criadas pela equipe Viva Decora.

Compartilhe: