As cores do ano 2017, segundo as principais marcas | Simplichique
As cores do ano 2017, segundo as principais marcas

As cores do ano 2017, segundo as principais marcas

Semana passada, a Pantone divulgou a tão esperada cor de 2017, o Greenery. Por isso, decidi reunir num único post todas as cores do ano 2017, eleitas pelas principais marcas, não só para inspiração, mas também para incentivar uma reflexão, que é o principal propósito dos estudos de cores anunciados anualmente pelas empresas.
E que passa tão despercebido, muitas vezes.

1. Pantone: Greenery

Imagem: Reprodução

Um verde cítrico que ressalta um sentimento de esperança e renovação, extremamente necessários para 2017. O frescor do Greenery é tão marcante que chega a ser um convite para o relaxamento.

Eu confesso que não usaria essa tonalidade em paredes; mas gosto bastante do efeito de positividade que ela carrega. Verde é a cor do siga, do permitido, do vá em frente. É uma cor que espontaneamente incentiva.

Imagens: 12

Também é a cor do natural, da fauna, da vida. Todo esse contexto faz da Greenery uma cor ideal em muitos aspectos e nos faz refletir sobre nosso futuro.

Imagens: 12

2. Sherwin-Williams: Poised Taupe

Imagem: Reprodução

Um tom neutro e elegante, que se equilibra tanto no quente do marrom quanto no frio do cinza. Acolhedor e instigante, ao mesmo tempo, ele confere um toque moderno e possibilita uma grande variedade de combinações.

Imagens: 12

De acordo com uma pesquisa feita pela própria empresa, 40% dos entrevistados preferem tons neutros mais quentes na decoração, como os cinzas quentes, beges e amarronzados. E duas em cada cinco pessoas veem Poised Taupe como um neutro atemporal.

Imagens: 1 e 2

3. Coral: Mergulho Sereno

De acordo com o Colour Futures 2017, estudo de tendências de cores da Coral, o azul se revelou como a tonalidade norteadora para o ano que vem. Com o tema central A Vida Sob Um Novo Ângulo, Mergulho Sereno reforça a ideia de transformação nos ambientes através do uso da cor.

Imagens: Reprodução

Presente no céu, na água, até na tinta da caneta, o azul é muito mais cotidiano do que a gente imagina.

Imagens: Reprodução

4. Suvinil: Cortina de Teatro

Uma cor que mescla a vibração do vermelho com a suavidade do lilás. Toda a cartela de cores para 2017 da Suvinil é baseada no comportamento humano no momento atual. O estudo de cores da Suvinil reuniu todas essas características sob o tema Luz, que busca o retorno às nossas raízes culturais.

Imagens: 12

Uma tonalidade aconchegante, de características terrosas, que juntamente com toda a cartela para 2017 da marca, celebra a riqueza cromática do país. Cortina de Teatro representa o tom da brasilina, um pigmento extraído do pau-brasil, ressaltando ainda mais nossa brasilidade através das cores.

Imagens: 12

Mas, afinal, por que tantas cores do ano 2017?

Muitas pessoas comentam comigo que não entendem como essas tendências são tão diferentes entre si. Verde, azul, bege, lilás… qual dessas, finalmente, é a cor do ano? Qual vertente seguir? Quais são as cores do ano 2017?

Cada empresa faz um estudo aprofundado do que será tendência no ano seguinte de acordo com sua visão de mundo, sua filosofia. Sim, os resultados dessas pesquisas são bem diferentes entre si, mas é isso que confere identidade a cada uma delas!

O entendimento de tudo isso vai muito além de apenas ver uma determinada tonalidade. Uma cor (e suas combinações) traz consigo muitos significados e essa é a verdadeira essência dos estudos que todas essas empresas nos apresentam ano após ano: aplicar, através das cores, conceitos para alcançar um objetivo.

É por isso que a cor do ano nunca vem sozinha: existe uma cartela de cores, divididas em paletas, cada uma representando um conceito, de tão aprofundada que é a pesquisa. A cor do ano norteia todo o processo.

O intuito de tudo isso não é só ser bonitinho ou estar na moda. O real propósito é fazer a gente refletir sobre todas essas teorias, apresentadas por cada marca, para que, com base nesse conhecimento, possamos fazer aquilo que a Sherwin-Williams resumiu muito bem no seu release de cores do ano 2017: “pintar um novo retrato do nosso futuro”.

Deixe uma resposta