You are currently viewing Jardinagem: opções de plantas para a criação de cercas vivas

Jardinagem: opções de plantas para a criação de cercas vivas

Dicas de jardinagem: confira 15 espécies de plantas para formar lindas cercas vivas

Quando existe a necessidade de limitar um espaço de um jardim, muitas vezes são construídos muros e muretas, ou instaladas cercas. Mas também podemos considerar as cercas vivas, combinadas ou não com estes elementos estruturais. 

A questão é conseguir usar isso para “quebrar” a frieza da engenharia predial e completar a jardinagem local com um toque bem natural. Será que daria certo?

Sim, esta é uma solução bastante charmosa, econômica e que ainda garantiria privacidade em situações essenciais, como em entorno de piscinas e salões de festas, por exemplo. 

Inclusive, em muitos casos, é capaz de criar uma harmonia com a paisagem ao redor, promovendo uma transição suave entre o que é construção do homem e a natureza. A seguir, confira sugestões de espécies e dicas de jardinagem para o seu jardim de casa.

Modelos de cercas vivas para o jardim de casa

Aqui está a primeira dica deste texto: antes de escolher as plantas para a sua cerca viva de casa, analise as características do tipo de solo do terreno da sua propriedade. Depois disso, o local do plantio – incluindo incidência de ventos e iluminação. 

Então, com estas informações, converse com um especialista em jardinagem para entender quais as melhores opções para esse seu projeto de paisagismo. Mas, calma, te adiantamos algumas delas a seguir.

Plantas para cercas vivas verdes

1. Buxinho

Só chega a 5 metros. Resiste bem ao sol. E sua melhor característica é ter uma enorme densidade de pequenas folhas verde escuras, o que permite podas até mesmo esculturais.

2. Pingo de ouro

Tem fácil adaptação e manutenção. Pode chegar até 1,5 metro de altura – com folhas em diferentes tonalidades de verde e galhos em tamanhos diferentes se não houver poda. Mas só se desenvolve bem em solos férteis, bem adubados e com luz solar frequente. Atenção, pois não resiste a secas, temperaturas muito baixas e geadas.

3. Cipreste

Pode chegar a incríveis 25 metros de altura, com formato que lembra um pinheirinho. Inclusive, é ótimo para “quebrar” rajadas de vento.

4. Bambu

Esta planta é perfeita para canteiros ornamentais, chegando a 4 metros de altura rapidamente. Tem facilidade para se adaptar em climas frios e quentes. Mas seu desenvolvimento depende da umidade e matéria orgânica no solo.

5. Ficus

Essa cresce muito rápido em solo fértil, adubado e bem drenado, precisando de poda constante, ou pode virar até uma árvore – sendo as suas raízes um problema perto de calçadas e tubulações. Contudo, pode “fechar” um muro verde de forma bastante densa. 

Plantas para cercas vivas floridas

1. Hibisco

É perfeito para locais quentes. Pode atingir altura de 3,5 metros, em solo fértil e sob sol direto. Precisa de regas diárias, mais adubação e poda periódica para ajudar a fortificar a planta para que floresça mais – o que deve acontecer nas extremidades dos galhos.

2. Azaleia

Mais uma espécie perfeita para cerca viva. Porém, seu crescimento – que pode chegar a 2 metros de altura – é bastante lento. Só que a espera compensa com a sua beleza, desabrochando de forma cheia e constante em flores de cores rosa, branco e vermelho.

3. Camélia

Possui excelente adaptação aos mais diferentes climas. Mas precisa de solo ácido – isso é importante -, fértil e com boa irrigação.

4. Coroa de Cristo

Adapta-se bem só a climas quentes e amenos. Tem espinhos. Precisa de bastante sol, solo fértil e rega constante. Pode chegar a até 1 metro. Contudo, com grande floração no ano inteiro. 

5. Primavera

Também conhecido como Bougainville. De certo modo, está mais para uma trepadeira, mas que pode servir de cerca viva se estiver crescendo junto a uma grade metálica, treliça de madeira ou outro tipo de suporte. 

Cuidado, pois tem crescimento bastante rápido e apresenta espinhos. Floresce mais na primavera, por isso o nome. Resiste a baixas temperaturas, inclusive geada, mas também se adapta em locais quentes. E precisa de solo fértil e muito sol.

Observação: muitas outras espécies podem servir de cerca viva. Outra ideia é não apostar apenas numa, mas em várias plantas para compor canteiros altos, de desenvolvimento mais livre – como em estilo rústico inglês. E isso tanto pensando na harmonia paisagística, mas em barreira visual e ornamento para a Arquitetura Predial.

Para finalizar, precisamos lembrar que, em determinadas situações de jardinagem, não queremos barreiras de cercas vivas, mas muros verdes. Por exemplo, quando desejamos fechar a visão do vizinho para o nosso um jardim de inverno ou mesmo sacada de casa. Veja sugestões também para tal situação.

Muros verdes

1. Samambaia

Planta perfeita para diversas situações de jardinagem. É fácil de ser cuidada, porém deve ser mantida em meia sombra e em local úmido – fora que precisa ser regada constantemente, sobretudo em dias quentes.

2. Flor-de-coral

Também é conhecida como Russélia, ideal para jardins com sol pleno. Possui lindos ramos longos e arqueados, além de flores em forma tubular, perfeitas para ornamentação de jardins. E a melhor característica dela é atrair beija-flores e borboletas.

3. Jiboia

Espécie bem fácil de cuidar, muito adaptável e com um bom crescimento rápido. Porém, em regiões de clima quente, precisa de rega pelo menos três vezes por semana. 

4. Lambari-roxo

É uma planta resistente, versátil e de crescimento rápido, com alta propagação. Só que deve ser cultivada à meia sombra e receber bastante adubação.

5. Peperômia

Por último, mas não menos importante, esta é uma excelente opção para muros verdes, apresentando um lindo formato pendente. É fácil de cuidar, mas não pode ficar em terra seca ou sob sol forte, pois pode minguar rápido, começando com as folhas secas.

Então, gostou das dicas? Agora é só se dedicar à jardinagem, começando por escolher as plantas certas para o paisagismo da sua casa.

Essas dicas de decoração foram criadas pela equipe Viva Decora.

Deixe um comentário