Você sabe qual a diferença entre piso laminado e piso vinílico? Ontem, visitei o stand da Eucatex na Expo Revestir, a maior feira de revestimentos da América Latina, para ver as novidades da marca. Conversei com especialistas por lá, e vou comentar agora não apenas sobre essa pergunta, mas também vou dar dicas de DIY e instalação desses produtos.

A Eucatex é uma empresa brasileira que nasceu em 1951, no ramo de madeiras. Hoje, com a produção bastante diversificada, seu portfolio engloba não apenas pisos laminados e vinílicos, mas também rodapés, portas, tintas, paineis em MDF com acabamentos exclusivos e até divisórias para ambientes corporativos.

LANÇAMENTOS EUCAFLOOR EXPO REVESTIR 2018

A Eucafloor, marca dos pisos da empresa, trouxe alguns lançamentos bem bonitos na Expo Revestir. Nos laminados da linha Gran Elegance, os padrões New York e Concreto são as novidades. Esses modelos foram inspirados na arquitetura brutalista dos anos 60 e 70 e todos os modelos dessa linha possuem um diferencial técnico bem interessante: são as maiores placas do mercado, com 44,5 cm de largura.

piso laminado

Ok, mas o que isso tem de interessante?

Com placas maiores, você precisa de menos material para cobrir uma área. Isso traz amplitude pro seu ambiente (ótimo se ele for pequeno), resulta em economia e garante menos desperdício na hora da instalação, já que serão usadas menos placas.

O New York tem paginação de espinha de peixe (já expliquei sobre os tipos de paginação de piso nesse post aqui) e veio com uma cor bem bonita, que confere bastante aconchego aos ambientes. O Concreto simula uma textura de concreto aparente, uma ótima sacada da marca para atender a demanda criada por essa tendência, que continua super em alta.

Quanto aos pisos vinílicos, a linha Life é um dos destaques. Três padrões foram lançados na feira: Maple, Pátina e Castanho. Já na linha Decore, que é adequada tanto para ambientes residenciais quanto comerciais, todos os modelos existentes foram repaginados e ganharam cara nova.

piso laminado

No vídeo abaixo, você confere um pouquinho de como foi minha visita ao stand da Eucatex lá na Expo Revestir!

 

QUAL A DIFERENÇA ENTRE PISO LAMINADO E PISO VINÍLICO?

Muita gente confunde esses dois tipos de pisos. Apesar de aparentemente serem muito parecidos, existem diferenças entre eles. O piso laminado é composto por lâminas de madeira prensadas entre si; por isso, suas placas, que são rígidas, possuem uma espessura um pouco maior, podendo chegar, em alguns casos, até 1 centímetro.

Já o piso vinílico não é composto por madeira. É uma placa flexível feita de PVC, ou seja, uma espécie de plástico. Por isso, é um material bem mais fininho que o laminado.

piso laminado

EXISTE ALGUMA VANTAGEM E/OU DESVANTAGEM EM RELAÇÃO A ESSES TIPOS DE PISOS?

Ninguém melhor que a gerente de marketing da Eucatex, Flavia Vibiano, para nos responder essa pergunta. Ela me contou que isso vai do gosto do cliente, porque os dois pisos são muito parecidos depois de instalados. Porém, como o vinílico não é de madeira, você vai perceber isso no toque.

piso laminado

Uma particularidade do piso laminado, especialmente os que possuem paginação específica, é que você não consegue “casar” o desenho entre as placas. Para que isso fosse feito, seria preciso cortar todas as placas até que o desenho fosse alinhado um no outro, o que seria totalmente inviável. Como o piso vinílico é mais fácil de cortar (dá pra fazer isso com estilete), essa acaba sendo uma vantagem em relação ao laminado.

COMO É FEITA A INSTALAÇÃO DO PISO LAMINADO E DO PISO VINÍLICO?

Os dois tipos podem ser instalados em cima de pisos existentes, mas alguns cuidados precisam ser levados em conta. Em ambos os casos, a área precisa estar nivelada, podendo ter irregularidades menores que 3 milímetros. Se houver desníveis de mais de 3 mm, aí só existem duas opções: ou remover todo o piso existente para regularizar o contrapiso e instalar o laminado/vinílico direto ou simplesmente não fazer a troca do piso.

O laminado deve ser instalado sobre uma manta niveladora de polietileno. As placas Eucafloor possuem um sistema click de encaixe, fazendo com que cada peça seja bem presa umas às outras e garantindo mais firmeza e durabilidade. É por isso que a instalação do piso laminado dispensa o uso de colas.

No caso do vinílico, é preciso preparar a superfície com uma massa preparadora, para selar e nivelar quaisquer imperfeições existentes. Depois disso, é aplicado o adesivo acrílico próprio para piso vinílico, que é quem vai fixar o produto. Só depois disso é que as placas podem ser instaladas. Diferente do laminado, o piso vinílico é colado no chão.

No stand da Eucatex na Expo Revestir, havia o chamado Espaço Técnico, onde pudemos ver como deve ser feita a instalação correta do piso vinílico.

piso laminado

COMO É FEITA A LIMPEZA DESSES PISOS?

Eu sei que muita gente acha que o piso vinílico, diferente do laminado, aguenta melhor umidade. Isso é mito! Na verdade, o material até aguenta mesmo, já que é PVC; mas a cola dele, não. Então, muito cuidado ao instalar piso vinílico em áreas úmidas, como banheiros e cozinhas, porque eventualmente você precisará lavar esses ambientes e a longo prazo, os materiais sofrerão danos.

Para fazer a limpeza desses pisos, somente com pano úmido e, no máximo, um pouco de detergente neutro diluído em água. Evite usar produtos químicos, que podem tirar o brilho do seu piso com o passar do tempo e danificar a superfície deles.

POSSO INSTALAR PISO VINÍLICO SOZINHA?

Já que o vinílico é colado no chão, muita gente acha que ele é mais simples de instalar e que isso pode ser feito por qualquer pessoa. Afinal de contas, todo mundo sabe passar cola em alguma coisa e fixá-la depois, certo?

Não é bem assim. Foi por isso que a Eucatex fez questão de montar o Espaço Técnico no stand deles com uma simulação de piso vinílico colado em um contrapiso irregular para a gente ver como ele se comporta a longo prazo.

piso laminado

Perceba que a extremidade da placa se soltou e a junção entre uma placa e outra está desnivelada e malfeita. É isso que acontece quando a instalação desse tipo de piso é feita por quem não tem a técnica. Você vai gastar dinheiro fora se fizer de qualquer jeito e acredite, a culpa não é do produto. Prefira contratar mão de obra especializada para fazer isso por você.

POSSO FAZER UM PAINEL NA PAREDE COM PISO VINÍLICO?

Uma solução prática e bonita para criar um diferencial em alguma parede é usar o piso vinílico nela. É muito mais barato do que mandar fazer um painel de madeira e você mesma pode fazer isso. Dei essa sugestão naquele post com 4 revestimentos de paredes baratos, lembra?

Mas aqui também é muito importante levar alguns pontos em consideração, para que essa solução tenha mais durabilidade e que não aconteçam acidentes dentro da sua casa.

A parede precisa estar bem firme, sem partes soltantes e muito bem nivelada. Se ela estiver pintada, é preciso verificar se a pintura está uniforme e resistente, pois se ela estiver descascando ou trincada em alguns pontos, com o tempo, o piso vinílico que for colado nela pode ser um peso extra. Aí, é possível que esse peso excedente arranque a camada de tinta, fazendo tudo se soltar.

O mesmo vale para os laminados, que são ainda mais pesados. Porém, as placas de piso laminado têm a vantagem de serem encaixadas umas nas outras, então um painel vertical com esse material ficará bem travado e mais seguro do que com vinílico. Fica aqui a dica.

Agora que você já sabe muito mais sobre pisos laminados e vinílicos, me conte aqui nos comentários se você está pensando em usar um desses dois materiais aí na sua casa! Aliás, quem tem piso Eucafloor em casa, dá um alô aqui também! Vamos adorar ter esse feedback 😀

Compartilhe: