Ontem, a Suvinil anunciou sua cor do ano 2019: Quentão, um tom dourado que, segundo a empresa, consegue ser nostálgica e moderna ao mesmo tempo. Essa tonalidade já estava presente na paleta de tendências do ano passado que, aliás, não sofreu praticamente nenhuma mudança.

O Suvinil Lab, núcleo de pesquisas de tendências da marca, continuou na mesma linha de 2018 e apresentou suas paletas complementares, distribuídas nos já conhecidos três grupos: magnético, ideológico e natural. O curioso é que as paletas são praticamente idênticas às do ano passado, o que me deixou um pouco frustrada.

A diferença é que a marca, agora, aposta na experiência de vida que as cores podem nos transmitir através de sensações e memórias. Por isso, a Suvinil incorporou ao estudo pessoas comuns, uma para cada um dos três grupos de tendências, para contarem como as cores influenciam em seus estilos de vida.

Como usar quentão na decoração de interiores

O quentão é uma cor aconchegante, sóbria e elegante, dependendo da maneira como é ambientada. É um tom terroso, mais fechado que o mostarda, que me causa uma estranha sensação de introspecção. Por isso, tente mesclar com nuances mais alegres, para uma paleta mais intensa, e com tons neutros, para que o quentão seja o destaque.

Essa tonalidade ocre, que seria um meio termo entre o amarelo e o marrom, contrasta bem com branco. Eu sempre insisto em contraste de cores na decoração porque essa é uma maneira interessante de valorizá-las. Então, criar uma parede na cor quentão em meio a outras brancas certamente vai criar um efeito de contraste e você pode usar isso como um trunfo.

É uma opção diferente para usar em quartos infantis e fugir dos tons pasteis; dá muita personalidade ao ambiente, mas eu não exageraria na quantidade nesses casos. Criar detalhes, como meia pintura ou pintura geométrica, seria o mais indicado.

De fato, o quentão traz muito aconchego ao ambiente. Além da questão dos contrastes, ela pode ser uma boa aliada para colorir de forma mais discreta. Isso confere uma versatilidade muito boa para contextuar a cor em ambientes de usos diferentes: use em salas, quartos e até em ambientes de trabalho.

Em paredes inteiras, a cor é boa para aquecer. Pinte apenas uma das paredes do ambiente para criar um destaque confortável, e reforce o efeito combinando o quentão a outros tons terrosos, como marrons e beges, e off-whites.

Em quartos, pode ser uma boa pedida, já que emana acolhimento e amparo; perfeito para relaxar. Mescle também com texturas de madeira para reforçar essas sensações.

Minhas paletas para combinar com Quentão

Além das paletas complementares do Suvinil Lab, elaborei minhas próprias paletas, com o código de tintas da própria marca, para deixar como inspiração na hora de incorporar o quentão na sua decoração. Cada paleta provoca uma sensação diferente, portanto, sinta-se à vontade para usar a que mais refletir seus gostos e estilo de vida.

Sendo sincera, eu esperava mais inovação na escolha tanto da cor quanto das paletas complementares; senti falta de novidades. Até me pareceu que não deu tempo de levar outros fatores em conta para a realização do estudo de tendências; por outro lado, pode ser que a marca tenha agido assim de maneira proposital, afinal de contas, ‘em time que está ganhando, não se mexe’. Seja como for, estaríamos nós já vendo a futura cor do ano de 2010 na mesma paleta de 2018 e 2019?

Não deixe de comentar o que você achou da escolha do Quentão como a cor do ano 2019 da Suvinil!


Compartilhe: