Alerta de Tendência: Madeira Crua

Eis aqui uma tendência que me fascina! O uso da madeira crua. Confesso que não costumo seguir todas as modinhas (não só em decoração, mas em tudo) mas quando eu gosto, gosto de verdade. A madeira crua faz sucesso na gringa, principalmente entre os adeptos do estilo escandinavo e, aos poucos, vai entrando em cena aqui em terras tupiniquins também.

A intenção ao usar a madeira no seu tom mais cru é transformar a rusticidade do material numa leitura mais moderninha. E para conseguir esse resultado, é interessante usar madeiras claras e limpas, como o MDF, que é uma opção bastante acessível no mercado. Esse efeito não se aplica a madeiras escuras ou de demolição, por exemplo.

madeira crua 01Imagens: 123

Notem como a madeira sem acabamento traz uma sensação de amplitude e de leveza aos ambientes. Já falei em outros posts que cores claras tendem a ampliar e cores escuras, a reduzir visualmente. Isso também se aplica ao tom da madeira. Já imaginaram como ficariam pesados esses mesmos cômodos com uma madeira escura?

madeira crua 02

madeira crua 03Imagens: 1234

Outra vantagem é que, por não possuir acabamentos, o serviço acaba ficando mais em conta. Porém, se você resolver colocar a mão na massa e executar um projeto em MDF, saiba que acabamento não é a mesma coisa que tratamento. Apesar de não ser colorida ou de ter qualquer revestimento, ela precisa ser lixada e impermeabilizada para garantir maior duração e beleza.

madeira crua 05

madeira crua 06Imagens: 1234

Combinar a madeira crua a elementos coloridos também fica super charmoso. O contraste de tonalidades e texturas acaba virando um diferencial; portanto, amantes de cores também podem usar esse recurso para trazer mais alegria à decoração! Eu, particularmente, prefiro dessa forma. #alokadascores

madeira crua 04Imagens: 12

E nem precisa pintar muito para destacar um móvel de madeira crua: percebam como simples pontos de cor pink deram uma cara nova ao conjunto de mesa e bancos nessa sala de jantar, à esquerda. No outro caso, temos prateleiras de MDF apoiadas por suportes de couro, numa outra tendência da qual já falei nesse post. A mistura dá super certo e traz um aspecto de modernidade, mas nada exagerado, ou seja, tudo equilibrado: tendências, formas, texturas e cores, todas juntas ao mesmo tempo, mas sem pesar. Não é o máximo?

madeira crua 08Imagens: 12

E nem só de móveis vive essa tendência! Usar a madeira crua para fazer objetos decorativos é super fácil e o resultado é sensacional. Para arrematar o ‘visu’, faça detalhes bem coloridos e pronto, você tem uma peça super descolada para decorar sua casa. E barata, que é o melhor de tudo. Você encontra facilmente esses objetos em lojas de artesanato a precinhos bem em conta (viram o dispenser de cápsulas de café expresso que eu comprei em uma dessas lojas e postei no Instagram?).

madeira crua 07Imagens: 12

Para amantes de DIY, a madeira crua é uma mão na roda. Hoje em dia, podemos encontrar placas de MDF em lojas de bricolagem e materiais de construção, mandar cortar no tamanho da nossa necessidade e executar projetos personalizados em casa. Um simples nicho de madeira pode fazer as honras de um criado-mudo modernete. Ou até mesmo uma bancada de estudos. Estamos cansados de saber da versatilidade dos nichos; a onda agora é usá-los assim, totalmente “pelados”.

madeira crua 09Imagens: 123

Onde comprar:

E antes que vocês me digam que é difícil encontrar móveis em madeira crua, fiz uma pesquisa em várias lojas e separei alguns móveis para inspirarem vocês.

(Preços à vista pesquisados em abril de 2015)

onde comprar 00a

 

1 – Estante baixa
2 – Nicho 35 x 35
3 – Baú multiuso
4 – Rack com 3 nichos e gaveta
5 – Escrivaninha 1,50 x 0,65
6 – Arara
7 – Buffet
8 – Armário aéreo

E vocês, que acham dessa tendência? Usam, usariam ou nunquinha jamais?

15 Comentários em Alerta de Tendência: Madeira Crua

  1. Não conhecia esta tendência, mas ADOREI…Deixa o ambiente super clean!
    Mas confesso que fica parecendo que a madeira vai ter fiapos haha

    1. hahaha é verdade, Fernanda, e logo eu que sou neurótica com fiapinhos de madeira; pra vc ter uma ideia, eu arranco os fiapinhos até dos hashis, quando vou comer comida japonesa, acredita? Mas no caso dos móveis, uma boa lixada resolve isso, digo por experiência própria!
      Bjo!

  2. Eu adoooro móveis assim! Acho que a madeira crua dá uma corzinha tão ~confortável~ pro ambiente!

    1. Eu tb adoro! E gosto bastante tb quando a gente mistura uma corzinha num móvel assim… aliás, tô aqui na expectativa daquele criado-mudo de vocês, hein! Já tá lindão só na madeira, imagina ele acabado…
      Bjão!!

  3. Lindo! Eu usaria, com certeza! Mas eu prefiro dar uma misturada com detalhes em cor escura (ou uma cor qualquer) , ou alguma textura…pois assim como uma madeira mais escura deixa o ambiente mais carregado, “somente” essa madeira clarinha – que numa primeira olhada parece bem “fofa”rsrs – deixa o ambiente MUITO claro. Mas, como vários exemplos que tu colocou, é só dar uma quebrada com uma corzinha, ou uma textura e fica show de bola!
    Bjos e boa semana!

    1. Pois é, Mel! Você ressaltou um ponto super importante. Na minha opinião, acho que qualquer material (ou cor) usado sozinho dá uma sensação de monotonia. Eu, particularmente, gosto muito das misturas (e pra mim, quanto mais cor, melhor!), sejam elas de texturas, cores ou materiais, mas sempre com um certo equilíbrio. Mas no caso das madeiras, eu tô muito nessa vibe de usar o mdf cru, acho que peguei um trauma de madeira escura… rs
      Obrigada pela visita! Um super beijo e ótima semana pra vc tb!

  4. Olá Manu!
    Também adoro essa textura de madeira clara e é inegável que traz leveza para o ambiente. Uma madeira que adoro por ter uma textura linda é a Pinus, acho os nós das marcados na madeira de uma beleza única. A vantagem é que além de linda, ela é barata. A desvantagem é que é considerada uma madeira não muito boa, podendo até favorecer a ocupação de cupins. Deus nos livre desse mal! Rs. Aí, o tratamento é importante, dizem que passar querosene ajuda…
    Eu usaria essa tendência, até porque adoro cores, em especial as vibrantes, e acho que faz um contraste lindo. Amei as suas referências, principalmente do armário roxo! Que lindeza!
    Beijo grande, Thamyrez.

    1. Concordo com vc: a pinus é uma madeira linda mesmo! Esse problema dos cupins realmente é osso; aliás, essa palavra “cupim” aqui em casa é proibida. Se eu falo que vi um cupim, meu marido fica louco. Ele é violinista e não quer nem sonhar de ter um cupim faminto rondando o violino dele rsrs
      Roxo é com vc mesma, né? Eu vi ontem o vídeo da reforma do seu quarto e só digo uma coisa: MARAVILHOSO! Sabe que eu já tinha pensado em fazer aquela arrumação do armário no meu quarto? Criando um corredorzinho como closet? Mas no meu caso, eu acho que iria ficar escuro demais, porque só tenho um ponto de luz no teto no meio do quarto e ele é um pouco comprido… mas confesso que me reanimei ao ver seu vídeo rs Vou dar uma estudada melhor depois.
      Super beijo!

  5. Olá, Manu! Eu fiz há algum tempo atrás um rack de compensado e escolhi deixar o bicho no acabamento cru mesmo. O que teve de gente dizendo: “parece que não terminou” não tá no gibi kkk mas o que importa é como a gente se sente com a decoração né? Não decoro pra agradar ninguém! Beijo grande!

    1. Mario, parece até que tô vendo o povo comentando isso kkkk pior que é desse jeito mesmo.
      E você está certíssimo! A decoração tem que agradar ao dono, e não ser feita só pra ser bonita aos olhos das outras pessoas.
      Fiquei muito feliz em ver vc por aqui, viu? Obrigada pela visita e seja sempre muito bem vindo!
      Bjão!

  6. Olá, boa noite! Sou leitora do seu blog e adoroooooooo. Eu gostei muito do tema de hj, adoro essa tendência: é simples e linda.
    Apenas para complementar as informações do seu post: MDF não é madeira propriamente dita. A maioria das imagens postadas aí foi de móveis feitos em Pinus sp ou chapas de compensado. Com o MDF o resultado não ficaria tão bonito. O único “móvel” em MDF é esse nicho, núm. 2, 35×35, e vc pode reparar como ele é menos bonito que os demais (na minha opinião, pelo menos).
    Beijos!

  7. Madeira assim é linda. Mas ela só fica assim, mais branquinha, quando não tem verniz ou selador. Quando a gente deixa crua mesmo!! Aí ela fica sem proteção, e não dá! Com o tempo pode manchar, molhar. Reformei um móvel aqui em casa, daqueles vermelhões antigos. Tirei com removedor toda a tinta e lixei até ficar cru (era pinus). Mas desisti porque, apesar de saber ser tendência, pensei a longo prazo. Testei numa pequena peça com verniz ou selador e ela fica com uma cor amarelada. Resolvi deixar mais rústico, envelhecendo com betume. Mas pesou no ambiente. Daí pintei um armário do mesmo cômodo de amarelo pra dar vida! A loka das cores!

    1. Caramba, Kley, que trabalhão hein! Super dou valor para meus leitores que adoram botar a mão na massa, parabéns!
      O pinus realmente é muito lindo na cor dele, crua. Uma vez, usei verniz em spray nele e não amarelou, não sei se era pq o acabamento do verniz era fosco… nem parecia que tinha verniz, na verdade. Ficou bem bom.
      Gente, fiquei curiosa pra ver esse seu cômodo colorido! Eu amo móveis coloridos, aliás, amo qualquer coisa colorida hahaha
      Um bjo pra vc!

  8. Só uma coisinha. MDF não é madeira. Essas fotos são todas de Linus.

    1. Oi Claudia! MDF é um painel de madeira feito a partir de fibras do material, prensadas entre si; portanto, é um tipo de madeira sim. Mas você tem razão quanto ao pinus. É que dei a alternativa do MDF porque ela é muito mais fácil de encontrar no mercado. Mas acho que cabe uma alteração no texto, obrigada pelo toque! 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *