Inverno: 4 opções de sistema de aquecimento para a casa | Simplichique
Inverno: 4 opções de sistema de aquecimento para a casa

Inverno: 4 opções de sistema de aquecimento para a casa

Prepare-se para o frio! 4 opções de sistemas de aquecimento para deixar sua casa mais bem preparada para o inverno!

O frio nunca está só de passagem! Ele impacta consideravelmente a rotina das pessoas durante um bom tempo do ano. Com as temperaturas muito baixas, quase não se consegue desempenhar bem as atividades dentro de casa

Por isso, é importante buscar meios de aquecer os ambientes, fazendo com que o lar fique mais agradável para a família inteira. Mas, quais seriam as melhores opções para aquecimento de residências? 

Confira a seguir!

aquecimento no inverno
Gabriele Barotto e Marília Veiga

#1 Fogão e forno a lenha

Comecemos este texto pelas duas opções mais tradicionais, utilizadas há muitos séculos para o aquecimento de residências. Os fogões e fornos com funcionamento a base de queima de lenha, são costumeiramente utilizados para o preparo de alimentos. 

Porém, a abrangência de seu calor vai além da cozinha e pode ajudar a aquecer muitos ambientes da casa.

O custo destes equipamentos – encontrados nas lojas também em kits prontos – é relativamente baixo. Porém, necessita de mão-de-obra para a instalação – já que precisam ter um duto para a saída da fumaça gerada pela queima da lenha. 

Todo esse encanamento tem de ter manutenção constante. E ainda existe o risco de infiltrações de água na volta da algerosa, no telhado.

aquecedores inverno
Susana Requião e Juliana Lahoz

#2 Salamandras e lareiras

Há também um pequeno modelo de fogão a lenha – de apenas uma boca – que é popularmente conhecido como ‘salamandra’. Ele é uma peça muito bonita, e com as mesmas vantagens do modelo maior, com dupla função. 

Muito utilizado em propostas para saletas pequenas. Mas, a abrangência de seu calor é bem menor do que se consegue ao utilizar lareiras, por exemplo.

aquecimento no inverno
Revista Viva Decora
aquecimento no inverno
Revista Viva Decora e Paulo de Camargo

Lareiras modernas

Lareiras são estruturas já muito conhecidas no mundo da arquitetura. Os modelos mais comuns são aqueles construídos em alvenaria de tijolo ou pedra – que também necessita da queima de lenha e do duto para saída da fumaça. 

Agora, atualmente, são oferecidas outras opções no mercado. Por exemplo, as lareiras elétricas – em várias potências -; as lareiras a gás; e a óleo. Estas três dispensam os tais dutos!

aquecedores
Iara Kilaris e Revista Viva Decora

#3 Ar condicionado e termoventilador

Muita gente sonha em ter uma lareira em casa, porém esta não é uma realidade possível para todos. Tem a questão do preço das lareiras; da instalação; às vezes da preparação da rede elétrica; a manutenção de dutos; e ainda o risco do uso de botijões de gás ou de óleo. 

Há muita coisa envolvida nisso que assusta mesmo. Mas, as tecnologias evoluíram tanto que mais alternativas surgiram ao longo dos anos para o aquecimento de residências.

Aquecedores portáteis

Existem aquecedores que são, inclusive, portáteis. Por muitos anos, o mais conhecido deles era o em resistência incandescente – seu calor fica em contato direto com o ar. 

Depois, surgiram os aquecedores termo cerâmicos, que também envolvem resistência mais uma ventoinha para liberação do calor. E, por fim, os elétricos a óleo, onde sua resistência interna aquece certo óleo que circula através de uma serpentina.

Todos estes modelos de aquecedores portáteis citados anteriormente possuem tanto vantagens quanto desvantagens. Em geral, eles são bons porque custam menos e economizam energia. 

Contudo, se utilizados da maneira incorreta, podem oferecer muitos riscos. Além do mais, são opções indicadas apenas para situações em que a temperatura ambiente ainda não é tão baixa. Para invernos rigorosos será preciso mais!

Aquecedores fixos

Quem pensa que ar condicionado serve só para o verão está enganado. Existem modelos que não apenas resfriam, mas esquentam o ar dos ambientes. Outra vez, existem aspectos positivos e negativos relacionados também à esta opção. 

Só para lembrar, para a instalação deste tipo de aparelho é necessária mão-de-obra especializada – o que pode envolver muitos gastos.

Existem inúmeros modelos de aparelhos de ar a venda nas lojas. É preciso consultar os vendedores para saber qual modelo seria indicado de acordo com a sua necessidade. 

Isso porque existem potências – BTUs – proporcionalmente certas cada tamanho de área que se quer aquecer. Por exemplo, termoventiladores cobririam somente até 20 m², enquanto os ar condicionado uns 70 m² ou mais.

aquecimento no inverno
Oliveira Arquitetura e Philco

#5 Piso Aquecido e Radiadores

Existem alternativas de aquecimento de residências que não são muito conhecidas pelos brasileiros, como os modelos que funcionam por calefação. O primeiro que se pode citar é o radiador, que é um aparelho que funciona por meio elétrico ou a vapor. 

Ele é preso à parede e possui, internamente, uma tubulação por onde o calor é direcionado.

Falando em termos de física, algo muito semelhante ao sistema dos radiadores também pode ser aplicado dentro de outras estruturas para aquecimento. 

Por exemplo, existe o piso aquecido. Para a viabilidade de sua instalação é necessária uma análise prévia de um especialista. Porém, diferente do que muitos pensam, pode ser até mais barato do que a colocação de um ar condicionado.

Funciona assim, cabos elétricos ou a gás são colocados sob o piso da casa, revestidos com material isolante, distribuindo o calor de maneira uniforme. O piso pode ficar até 6°C mais quente – algo que pode ser controlado com ajuda de um termostato. 

E, diferente do ar condicionado, não retira a umidade do ar e ainda pode ser instalado em vários pontos da casa – quarto, sala, banheiro e mais.

#4 Aquecedores para Água

Agora, é preciso destacar mais dois sistemas. Eles não aquecem o ar das residências, mas ajuda a gerar energia ou a aquecer a água que alimenta vários desses aparelhos que aquecem o lar. 

Primeiro, os velhos conhecidos boilers. Que são como tanques de armazenamento de água, em que o líquido em seu interior é aquecido através do uso de gás. Este aparelho entrega esta água quentinha para aparelhos como torneiras e chuveiros.

E, por fim, um sistema que é muito mais seguro e amigo da natureza. Seu custo inicial pode ser alto, mas o benefício em longo prazo compensa bastante. Este seria o sistema de aquecimento por ‘placas coletoras de radiação solar. 

Seu uso poupa energia elétrica que seria utilizada para aquecer inclusive piscinas. E, junto dele, pode-se ter um reservatório térmico abastecido com água aquecida por suas tubulações de cobre.

aquecimento no inverno
Revista Viva Decora e Astra

Bem, apresentamos neste texto várias opções bacanas para aquecimento de residências. Agora, é com você, mãos à obra!

Estas dicas sobre sistemas de aquecimento foram criadas pela equipe Viva Decora.

Deixe uma resposta