Modelos de cortina: soluções para TODOS os ambientes da casa

Modelos de cortina: soluções para TODOS os ambientes da casa

Como escolher cortina? Conheça algumas boas soluções para todos os ambientes 

Vamos falar de cortinas. Quando é que nos lembramos delas? É mesmo, quando os raios de sol entram em nossa casa. Devemos ser muito agradecidos por isto, claro. 

Todavia, tem horas que vamos desejar controlar esta força natural, ajustando a luz dos interiores de casa ao nosso gosto e necessidade. Daí é que entra a questão do uso de cortina e persiana em decorações de ambientes.

sala de estar com cortina
Simone Collet

Qual a diferença entre cortinas e persianas?

Antes de falar das cortinas propriamente ditas, vamos comentar sobre as persianas. Pois bem, persianas também podem ser chamadas de cortinas. 

Mas elas são diferentes em aparência e funcionamento, embora sirvam para o mesmo fim, que é o controle da luz solar dentro dos ambientes. Agora, enquanto uma cortina é feita de panos de tecidos, a persiana comum é feita de placas ou filetes de tecido, madeira, metal, PVC, bambu e outros materiais.

modelos de cortinas
Revista Viva Decora

As persianas mais comuns são aquelas com placas individuais, em sentido vertical ou horizontal, presas por finos cordões. Mas é claro que existem outros modelos de persianas também. 

Por exemplo, as persianas romanas e tipo rolô que se dobram ou rolam quando são encolhidas. E especialmente a rolô ainda possui um subtipo que é a ‘double vision’, que possui partes transparentes e opacas, permitindo um controle diferente da luz.

O legal das persianas é que elas são fáceis de manusear, de limpar e instalar. Elas podem vir lisas, estampadas ou texturizadas. 

Assim sendo, podem combinar com vários estilos de ambientes diferentes. E, se você preferir, uma decoração residencial com um visual mais confortável, pode tentar combinar estas peças com cortinas tradicionais – como podemos ver em alguns exemplos deste texto.

sala com cortina e persiana
Renata Basques
quarto com persiana
Renata Basques

Alguns modelos de cortina

Agora, vamos falar especificamente das cortinas tradicionais. Elas podem ser compostas de um ou mais panos em tecido, presos em trilhos ou varões – a opção mais requerida atualmente. E os mesmos podem ficar expostos, visíveis aos olhos ou embutidos, dentro de um nicho em um forro de gesso. 

Lembrando que estes panos podem ser lisos ou com pregas, translúcidos ou totalmente opacos, com ou sem acompanhamento de blackout.

Existem diferentes modelos de cortinas que você pode usar na sua casa. Lembrando que toda cortina possui certos elementos básicos em sua composição – como cortina, cortinado ou xale, safena ou bandô, alça e gravatas ou puxadores. 

Alguns modelos são presos em argolas, já outros possuem cadarço para franzir. E quanto às pregas, há vários tipos também – de fole, dobradura, inglesa, macho, americana, abelha, paris, flamingo e outras.

tipos de cortina
Marília Veiga
modelos de cortina
Renata Basques
pregas de cortinas
Bárbara Dundes e Revista Viva Decora

O modelo ideal de cortina para cada ambiente

Por fim, vamos falar sobre a utilização destes diferentes modelos de cortinas em decorações de residências. Precisamos destacar que cada ambiente de casa possui uma função. 

Ou seja, dentro de cada cômodo serão desempenhadas várias atividades. E para cada atividade você sentirá a necessidade de receber mais ou menos luz para ver o que faz.

O controle da luz feito por persiana é algo muito bacana, pois se consegue diferentes resultados só alterando a posição das placas da cortina. Já uma cortina comum só pode ficar totalmente aberta ou fechada. Neste caso, o que se pode fazer é mesclar camadas com tecidos de diferentes opacidades – sendo o blackout a proteção máxima.

Mas cortinas não servem apenas como controle da luz do sol. Elas também devem ajudar no conforto térmico dos ambientes e na privacidade dos moradores. 

Pensando assim, você deve analisar também o papel estético deste elemento sobre o cenário que está decorando. Cômodos como lavanderia e varanda podem receber uma cortina rolô, por exemplo. E quanto aos demais?

cortina no banheiro
Mutabile Arquitetura
modelos de cortina
Karina Korn e BY Arq&Design
cortina para quarto de bebe
Andrea Teixeira & Fernanda Negrelli

Em ambientes tipo sala e quarto, podemos brincar mais com as possibilidades de cortinas. Se as janelas forem antigas, pode-se optar por um modelo em duas partes, tipo brise ou biombo. 

Portas-balcões podem receber cortinas “de fole”; e janelas de pé-direito duplo, cortinas com cordel. Já cortinas reposteiros ficam lindas em quartos de crianças e cozinhas estilo vintage.

Também existem as cortinas lisas com argolas para ambientes masculinos, e com pregas para femininos. As cortinas com contas, para áreas de passagens, como corredores. E as cortinas painéis, que caem muito bem com decorações de escritórios e salas de jantar. 

Agora é sua vez de escolher aquelas que mais te agradam! Use seu bom gosto e descubra a cortina ideal para os ambientes de sua casa.

Essas dicas de decoração foram criadas pela equipe Viva Decora.

Este post tem 2 comentários

  1. Muito legal. Não conhecia o blog, vou acompanhar e compartilhar os conteúdos!

    1. Valeu, Vitor! Seja bem vindo!

Deixe uma resposta