You are currently viewing O sonho do meu primeiro apartamento

O sonho do meu primeiro apartamento

[su_quote]Essa é a estreia da primeira colunista aqui no blog: minha irmã Marina Lopes, que adquiriu um apartamento na planta e vai compartilhar com a gente sua experiência e também dar dicas para os leitores do Simplichique. Seja bem vinda, Mari![/su_quote]

Vida. É a primeira coisa que me vem à mente quando penso no meu primeiro apartamento e era com essa palavra que queria começar meu primeiro post no Simplichique. E eu poderia listar, rapidinho, uns dez motivos e significados pra essa palavra se encaixar perfeitamente aqui, mas é melhor eu me ater ao objetivo, que é a aquisição do meu imóvel. De toda forma, convido vocês a contarem quantas vezes essa palavra vai aparecer nesse texto. Aí vocês vão entender como ela está fortemente vinculada a isso – nos próximos posts eu fico com a contagem, tá?

A partir de agora vou dividir com vocês essa etapa tão importante da minha vida. Etapa que não está sendo nada fácil, mas que dia após dia está se transformando em uma fase de muito aprendizado e felicidade, misturada com ansiedade, medos, dú(í)vidas e muitos, muitos sonhos!

Sempre quis ter um apartamento. Às vezes me pegava sonhando com um cantinho só meu, principalmente quando ia no apê lindo da minha madrinha Tata (só pra constar, o nome dela é Celene, não faço ideia de onde surgiu o apelido) em Salvador. Tata, assim como a minha irmã, também é arquiteta, então tudo era sempre de muito bom gosto, cada coisinha no seu lugar, cada cantinho aproveitado de uma forma mágica que só arquitetos conseguem encaixar! Uma das coisas que mais me encantava era um grande retrato dela no quarto, em uma impressão com efeitos que imitavam pinturas a óleo. Aquele quadro decorando o cômodo era uma perfeita alusão à dona da casa, que pra mim sempre foi um modelo a ser seguido: bem sucedida, líder, linda e, o principal, independente. Definitivamente, era aquilo que eu queria para a minha vida.

meu primeiro apartamento 01Imagem: acervo Marina Lopes

Não estamos falando só de paredes, revestimento, eletrodomésticos práticos e decoração descolada. O primeiro apartamento de qualquer pessoa, sobretudo de uma mulher (sim, sou um pouco feminista), é o símbolo máximo da independência, do começo de verdade da vida. Não aquela vida que tinha sido moldada pra você pela sua família durante tantos anos, mas a vida que você escolheu. Agora são as suas janelas, a sua mobília, o seu tapete empoeirado, as suas panelas no fogão, a sua conta de telefone atrasada, a sua escolha de qual tamanho vai ter o sofá.

meu primeiro apartamento 03Imagem: via

Durante um tempo isso ficou só no plano, mas recentemente minha vida tomou novos rumos e decidi resgatar antigos sonhos, repensar tudo, me jogar e ver no que dá! Foi assim que resolvi colocar em prática a compra do meu primeiro lar. Ele só fica pronto em 2018, então daqui pra lá vocês têm muito o que acompanhar (e opinar também)!

Banner mariEntre em contato com Marina: marinalopes.jor@gmail.com

Deixe um comentário